Revista Marxismo Vivo – Nueva Época Português N° 6

Dando continuidade à política de fazer da revista Marxismo Vivo uma ferramenta para socializar o processo de elaboração programatica que vem ocorrendo na Liga Internacional dos Trabalhadores, nesta edição, serão abordados três importantes temas. Primeiro, a questão das potências imperialistas europeias e a resposta à pergunta: a UE é um aborto imperialista ou um avanço da civilização? Segundo, a crise ecológica que o planeta enfrenta. Terceiro, o problema da mulher em base ao debate feito no seminário internacional “Os revolucionários e o trabalho do partido entre as mulheres trabalhadoras”.

Ter uma compreensão sobre esses problemas e ver, a partir deles, as tarefas que cabem aos revolucionários significa abordar alguns dos temas mais importantes que o programa que estamos começando a elaborar deverá contemplar. A abordagem desses temas, dada a heterogeneidade que existe entre os que se reivindicam marxistas, será, necessariamente, polêmica. Assim, o primeiro dos trabalhos se desenvolve em forma de polêmica com o conhecido economista, já falecido, Ernest Mandel. O segundo tema, com as diversas correntes ecologistas, e o terceiro faz referência às diferentes polêmicas que surgiram no seminário internacional “Os revolucionários e o trabalho do partido entre as mulheres trabalhadoras”.

O estudo e os debates para atualizar o programa da LIT não se esgotaram. Dessa forma, na última reunião do Comitê Executivo Internacional, foram abordados mais três temas: o caráter de nosso programa; as conclusões do colapso do stalinismo e do fim dos Estados operários no leste europeu; e a democracia burguesa e a atuação dos revolucionários frente a ela. As próximas edições da revista Marxismo Vivo darão conta desses novos debates. Sobre todos esses temas, as páginas de nossa revista estão abertas a nossos leitores.

Até a próxima!

Os editores

 


Tags: